domingo, 11 de novembro de 2012

BENDITA TRAGÉDIA



Lembra do Jonas? Isso, o cara que ficou na barriga do peixe 3 dias. Imagina que louco deve ter sido isso... bom, a vida do Jonas toda é louca, se você parar pra pensar. O cara recebeu um comando de Deus, e decidiu desobedecer do jeito mais inusitado - ao invés de simplesmente NÃO IR, ele inventa de levantar e ir pra OUTRO LUGAR??? O bicho era doido ou o que?

Pega o navio pra um lugar diferente, e no meio do caminho começa uma tempestade. ELE MESMO conclui que a tempestade era por causa dele! Ué, meu Pai, se a tempestade era por causa dele, porque pedir pra ser lançado ao mar??? O cara tinha escolhido morrer ao invés de se arrepender??? Ele tava era muito doido, eu tô falando... 

Mas aí, no mar, jogado de um lado pro outro, ondas o desnorteiam, e toma-lhe de beber água... de repente... UMA TRAGÉDIA SALVA JONAS. Aquele peixe entrou na vida do Jonas - ou foi o Jonas que entrou na vida dele... enfim - aquilo aconteceu na hora mais crítica de todas - era O FIM dele.

Mas, o fim de verdade da história a gente conhece, e nem precisa dizer que o Jonas foi um profeta cabeça-dura antes, durante e depois do ministério. A criatura reclamava de Deus até depois de culto com conversão no atacado. Mas o que quero enfatizar aqui é:

DEUS NÃO DESISTIU DE FAZER ATRAVÉS DO JONAS.

Deus sabia antes quem o Jonas era, mas, por algum motivo misterioso, Ele decidiu lidar com as limitações do Jonas, e fazer acontecer não simplesmente através dele, mas APESAR dele.

E você? E eu? Será que a gente é muito diferente? Cara, eu acho que não. Somos tão cabeça-dura quanto, senão piores do que Jonas. A grande diferença é: a gente tem a história dele pra nos dar pistas de como ser talvez... talvez um pouco menos malucos do que ele.

Entenda a tempestade. Entenda a tripulação. Entenda o peixe. ENTENDA! As ferramentas de Deus pra te conduzir ao propósito pro qual você foi criado, não têm que ser necessariamente agradáveis. Elas são selecionadas de acordo com a dureza que é trabalhar com você. Então, tira o pé do acelerador um pouco, para pra prestar um pouco a atenção ao seu redor, e você pode se surpreender ao encontrar um Deus amoroso que ouve sua oração dentro da barriga de um peixe. Qual é o seu peixe? Não se desespere mais, não reclame mais - olhe pro alto e... deixe Ele falar ao seu coração. Nínive te espera, Jonas. Como vai ser? Por bem, ou por peixe?

:P
Alan Motta

Um comentário:

Luanda Naiara disse...

Obrigada por me lembrar o quão miserável eu sou... é sempre bom ter isso em mente para me lembrar da imensa gratidão que devo a Deus e da paciência que devo ter com os outros...